Publicidade
Home Notícias Competidores marcam presença no primeiro dia de entrega dos kits

Sexta, 28 de Dezembro de 2012 às 12:43

Competidores marcam presença no primeiro dia de entrega dos kits

Por , Em Notícias

Fernando Dantas/Gazeta Press
Competidores marcam presença no primeiro dia de entrega dos kits
Participantes não perderam tempo e compareceram em peso no primeiro dia de distribuição dos kits

Começou nesta sexta-feira a entrega dos kits para a 88ª Corrida Internacional de São Silvestre. Milhares de pessoas estiveram presentes no Ginásio Estadual Geraldo José de Almeida - Rua Manoel da Nóbrega, 1361 – para retirar o material necessário para a tradicional corrida que é realizada no último dia do ano. Em pouco mais de uma hora, mais de mil pacotes foram distribuídos.

“Está tudo dentro do previsto, geralmente recebemos muitas pessoas no primeiro dia, mas estamos preparados para tudo”, relatou Rogério Batista, de olho na tela do computador que controla a entrega do material.

A distribuição começou às 9 horas da manhã e se estenderá até às 19 horas, o mesmo horário de funcionamento deste sábado. No domingo, a entrega será feita apenas até às 16 horas. A expectativa é que cerca de 25 mil pessoas passem pelo local.

Na fila para pegar os kits, os competidores aguardam animados para a principal corrida de rua da América Latina. “Estou bem empolgado. Nós sabemos que mudou o trajeto, o que traz mais emoção”, declarou Luis Gamarra. Aos 31 anos, ele participa de sua terceira São Silvestre e comemora os resultados. “Eu perdi 20 quilos. Era uma pessoa obesa e a São Silvestre foi o começa para eu mudar de vida”, contou.

A principal mudança com relação às últimas edições será o horário da largada, que será dada pela manhã, a partir das 6h50 (com os cadeirantes), e não mais no período da tarde. A alteração foi aprovada por Luis Gamarra. “Excelente. O calor cansa muito o atleta e com a corrida de manhã, quando a temperatura está mais amena, o tempo tende a melhorar”, declarou. Já Maria do Amparo Farias vibra com o fato de ter mais tempo de se preparar para a virada de ano. “Eu acho que vai ser melhor para chegar mais cedo em casa e poder aproveitar mais”.

Mediante apresentação do RG original e do comprovante de pagamento, os competidores retiram os kits, que contém o número de peito, chip de cronometragem descartável, manual eletrônico e brindes dos patrocinadores. Com um comprovante, também é possível fazer retiradas por equipes. Foi o caso de Walter Franco, que comanda uma equipe de Mogi das Cruzes, a WF, cujas iniciais fazem referência ao seu nome. Amante das corridas de rua, Franco irá participar de sua 15ª São Silvestre consecutiva, porém, aos 67 anos, revela que não é o mais velho da equipe. “Tem pessoas com mais de 70 anos, acho que o mais velho tem 73”.

O morador de Mogi das Cruzes fez a retirada de 34 kits e está animado para a prova, que terá a chegada na Avenida Paulista, em frente ao prédio da TV Gazeta. “Será ótimo. O importante da São Silvestre é chegar no mesmo lugar de onde se saiu. A São Silvestre é a festa do povo e é uma corrida da família. Você vê pais, filhos, avôs, todos participando e é importante os acompanhantes poderem acompanhar tanto a largada, como o final da prova”.

Depois da retirada do material, os participantes passam por uma feira temática com diversos artigos esportivos, que variam desde suplementos alimentares, acessórios à possibilidade de personalizar a camiseta da São Silvestre. “Eu nunca participei, mas sempre quis estar presente. Já corri as maratonas de Nova York e de Londres, mas aqui será um grande desafio por causa do clima. Eu tenho dificuldade de me adaptar ao calor muito forte”, afirmou o sueco.

Além da presença dos estrangeiros, a São Silvestre também é marcada pelas fantasias que colorem a multidão de corredores. Noel Marinho não esperou o dia da corrida e já foi vestido com sua tradicional roupa de caveira para retirar seu kit. É com a fantasia que ele participa da corrida há 18 anos e garante que terminará os 15 quilômetros. “Eu corria antigamente sem fantasia, mas depois que machuquei o menisco, adotei a roupa para participar da prova brincando”, contou.

Compartilhar

Comentários (0)

Deixe um comentário

Você está comentando como visitante.